fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

5 dicas para começar seu negócio do zero

Postado por:

Listamos passos essenciais para você começar a sua empresa

 

  1. PESQUISE SOBRE O MERCADO

Todas as decisões relacionadas a um novo empreendimento podem conter um certo grau de incerteza. Por isso, é necessário que exista uma pesquisa de mercado. Ela tem o objetivo de orientar o empreendedor nas estratégias a serem tomadas. Defina qual será o seu público-alvo. Perceba a estratégia dos possíveis concorrentes e observe pontos fortes e fracos. Analise os fornecedores e as empresas que fornecerão produtos e serviços, caso seja preciso no seu negócio. As informações obtidas por meio da pesquisa são muito valiosas. São esses dados que permitem ao gestor adotar estratégias para aumentar as chances de sucesso da empresa.

  1. CONHEÇA O SEU CLIENTE

Um bom começo, é conhecer muito bem os seus clientes. Você já estabeleceu qual será o seu público-alvo, então agora precisará de informações como: faixa etária, poder aquisitivo e escolaridade, esses são alguns exemplos de informações a serem pesquisadas. Saber seus interesses e comportamentos, também são fatores importantes. A partir desses dados você poderá pensar melhor sobre os métodos mais adequados para seus negócios e como rentabilizar toda a sua operação.

  1. FAÇA UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Começar um negócio, pode parecer complicado, mas com um bom planejamento, tudo pode dar certo. Em momentos de incerteza econômica, é essencial que o empreendedor organize todos os processos gerenciais do negócio. É importante ter equilíbrio entre as necessidades e demandas com os recursos disponíveis. A função de um plano é otimizar ações para que os objetivos sejam alcançados, além de poder criar metas e estratégias. Lá na frente, você poderá conferir quais foram as melhores decisões tomadas, e ter um feedback preciso.

É importante saber qual será o seu investimento inicial, custos e despesas. Analisando os indicadores obtidos por meio desses controles, é possível também, ter uma maior percepção sobre futuras alterações nos seus gastos, como por exemplo, a redução do estoque de materiais ou mercadorias. Fique consciente dos seus gastos, e saiba controlar o seu dinheiro, assim, você terá um capital de giro e tudo irá fluir bem.

  1. SE PRECISO, FAÇA UM FINANCIAMENTO

Se após todo o planejamento, você achar que talvez não tenha o capital necessário para abrir o seu negócio, uma solução, pode ser o financiamento. Assim, você terá um contrato com uma instituição financeira, que disponibilizará recursos para ajudar no seu empreendimento. Tenha uma gestão financeira organizada, pois alguns itens são básicos para que os recursos sejam liberados para sua empresa. Além de informações sobre o negócio, e os sócios, caso haja na empresa, não poderá faltar um bom plano de negócio com informações sobre como você pretende utilizar o dinheiro.

  1. TENHA OBJETIVOS E METAS

Os objetivos dão descrições concretas para onde ir, e devem ser estratégicos e abrangentes.  Vislumbrar como e onde você quer estar daqui a 5 anos, por exemplo, é um bom começo. Escrever um texto sobre isso costuma ser um ótimo exercício. A partir daí, será possível estabelecer metas a curto e médio prazo, que nortearão suas ações no presente.

As metas são temporais, ou seja, têm prazos específicos para acontecerem. Quando as metas são atingidas, você consegue alcançar os seus objetivos. Por exemplo, você quer tornar sua empresa conhecida no mercado, esse é o seu objetivo. Então, suas metas serão criar meios de comunicação entre sua corporação e o público-alvo, além de investir em um marketing eficaz.

Basicamente, o objetivo é o que você quer alcançar, e as metas estipulam os passos e prazos para a realização do objetivo. Independentemente da área de atuação, todos precisam estabelecer metas e objetivos, pois são eles que fazem com que haja motivação diária para realizar os feitos necessários, e assim, vê-los concretizados.

ACHOU COMPLICADO E AINDA NÃO SABE QUAL NEGÓCIO COMEÇAR?

Atualmente, o mercado de franchising vem crescendo gradativamente no país, em especial, as franquias de educação, que se destacam por terem movimentado bilhões no ano passado, segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Nesse promissor modelo de empreendimento, uma empresa que se destaca pelo seu tempo no mercado e grande renome, é a JUMPER! Franchising. A franqueadora é dirigida pelo empresário e economista, Everton Sabú, que além de administrar o negócio, dá aulas de consultoria e treinamentos de gestão para os seus franqueados, assim eles garantem maior segurança em gerir suas escolas.

Quando a pessoa se torna um franqueado da JUMPER!, recebe a estrutura completa da escola, com ambientes montados e em pleno funcionamento. Além disso, a metodologia de ensino é desenvolvida da melhor forma, com materiais didáticos de qualidade e estratégias de captação de alunos. A franqueadora não exige que o investidor tenha alguma formação na área de educação para abrir uma unidade, apenas vontade de empreender. Ou seja, o investidor recebe o negócio pronto sem precisar se preocupar com nada.

Sabú comenta que o crescimento das escolas acontece devido à segurança que esse tipo de franquia apresenta. “O empreendedor deve ter consciência de que o negócio já foi testado e o dono da marca já passou por várias experiências quanto à melhor forma de operar e de fazer a gestão do empreendimento. Desde o primeiro dia de operação ele recebe todo apoio e acompanhamento da franqueadora” destaca o diretor.

MAS POR QUE INVESTIR NO MERCADO DE EDUCAÇÃO?

Sabemos que existe uma enorme e preocupante carência na educação brasileira. Há muitas demandas de capacitação e formação pessoal e profissional no Brasil. “Os jovens tendem a procurar por cursos profissionalizantes, para que possam complementar sua formação e se destacar no mercado de trabalho.”, comenta Everton.

Investir em uma rede de idiomas e cursos profissionalizantes é um excelente negócio, pois o serviço é essencial para a população, além disso, o mercado de trabalho tem exigido cada vez mais qualificação profissional e uma segunda língua dos funcionários.

Com isso, podemos concluir que: Investir em uma franquia de educação é um negócio rentável, simples, e com fácil gestão.

Invista já em uma franquia de sucesso. Venha para a JUMPER!

Para mais informações acesse as nossas redes sociais!

0
/*maps*/