fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

Conheça os 5 principais tipos de franquia

Postado por:

Investir no setor de franchising é uma excelente opção para quem deseja empreender. E o melhor de tudo é que há diversos tipos de franquias que você pode escolher, cada uma com suas particularidades. Além disso, investir nesse modelo de negócio tem mais chances de sucesso do que começar uma empresa do zero.

Só para você ter uma ideia de como o negócio é promissor: apenas no segundo trimestre de 2017, o crescimento do setor de franquias foi de 6,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. Isso significa um faturamento de R$ 37,6 bilhões de reais.

Então, se você está pensando em ser o seu próprio patrão e já cogitou a possibilidade de investir no setor de franchising, mas não tem muito conhecimento sobre o assunto, preparamos este post especialmente para você. Nele, vamos abordar os principais tipos de franquia e suas características. Confira!

Entenda quais são os tipos de franquia

1. Franquia individual

Esse é o modelo mais comum no mercado atual, pois mantém o modelo ideal de franquia. Na franquia individual, mesmo que o franqueado tenha diversas unidades franqueadas, cada uma delas tem um contrato específico. Além disso, ela funciona em um ponto comercial escolhido especificamente, que vai ser preparado para receber a marca da empresa franqueadora.

Nesse modelo, a unidade franqueada precisa de um espaço exclusivo, não sendo permitido que outra marca opere no mesmo local. Podemos citar como exemplos desse tipo de franquia: livrarias, cafeterias, lojas de roupas, calçados, entre outras.

2. Franquia combinada

Esse modelo consiste na abertura de diversos tipos de franquia em um mesmo ponto comercial. No entanto, as franquias devem pertencer ao mesmo franqueado a ainda serem de produtos ou serviços similares. Além disso, para que ele possa ser implantado, é preciso passar pela aprovação das empresas franqueadoras.

Um exemplo de franquia combinada que podemos citar é o de sapatos femininos, que tem, em seu interior, uma loja de roupas femininas ou de maquiagem, por exemplo.

3. Franquia shop in shop

Na franquia shop in shop, o empresário já possui um estabelecimento comercial e abre uma minifranquia dentro de sua empresa. Sendo assim, ele tem dois tipos de negócio funcionando em um mesmo local. Para operar esse modelo de franquia, é importante que o empreendedor escolha um modelo de serviço ou produto que tenha associação com o seu negócio.

Como exemplo, podemos citar um supermercado que adquire uma minifraquia de pizzas congeladas ou uma loja infantil que possui uma unidade franqueada de chocolates em seu interior.

4. Microfranquia

As microfranquias são um segmento do franchising que exige um valor de investimento menor do que os modelos tradicionais. Por ser mais acessível, a microfranquia acaba sendo muito procurada por pessoas que desejam empreender, mas não têm um capital de giro e nem um valor muito alto disponível para a abertura do negócio.

Além da vantagem do baixo investimento, o microfranqueado ainda pode trabalhar em regime home office. Sendo assim, ele não precisa arcar com despesas de aluguel, estrutura, entre outros gastos necessários para a instalação de uma franquia.

Dependendo do modelo de negócio, o franqueado ainda pode trabalhar sozinho, o que elimina custos iniciais com despesas trabalhistas.

5. Franquia de conversão

Nesse modelo de franquia, o empreendedor já tem um negócio, mas deseja transformá-lo em uma franquia. Sendo assim, ele precisa adequar sua empresa às normas da franqueadora, inclusive, fazendo mudanças em seu ponto comercial e adotando, por exemplo, a identidade visual da franqueadora.

Seu modo de gestão e seus métodos de trabalho são substituídos pelos da empresa franqueadora. Um exemplo simples de uma franquia de conversão é de uma escola de informática. Se o dono da empresa deseja torná-la uma franquia, deve adequá-la aos termos da marca franqueadora escolhida. Assim, ele terá uma marca famosa e consolidada no mercado e seus ganhos serão melhores.

Saiba como escolher o melhor tipo de franquia para você

Não basta você conhecer todos os tipos de franquia existentes — é necessário identificar qual deles atende melhor seu projeto. Existem franquias de diversos segmentos, tanto no setor de produtos quanto no de serviços. Veja alguns pontos a serem considerados antes de investir no negócio!

Valor de investimento

Para abrir um negócio, é preciso investimento — disso, todos sabem. Mas cada tipo de franquia pede um valor inicial. Além da taxa de uso da franquia, ainda existem os custos com a implantação: aluguel de estabelecimento, reformas do local, compra de equipamentos, entre outros.

Então, antes de escolher uma franquia, avalie bem o valor a ser investido para não começar o negócio endividado.

Afinidade com o modelo de negócio escolhido

Ter afinidade com o modelo de negócio escolhido também tem forte pod

 

er de contribuição para o sucesso do negócio. Se você é uma pessoa que preza ficar em casa com a família nos finais de semana e feriados, uma franquia no setor alimentício pode não ser uma boa opção para você.

Lembre-se de que, para o negócio dar certo, você vai precisar estar constantemente presente. Não dá para pensar em abrir uma franquia e terceirizar a gestão, por exemplo, pois os resultados dependem muito do trabalho e da dedicação do dono do negócio.

Retorno sobre investimento

Quanto tempo o tipo de franquia escolhido leva para dar retorno? Claro que isso depende também de uma boa gestão — mas há alguns modelos de franchising que oferecem retorno mais rápido e outros mais demorados.

Essa questão precisa ser avaliada para que você não tenha expectativas irreais de seu negócio.

Confiabilidade da marca franqueadora

Como o setor de franchising é bastante promissor, também há uma grande oferta de empresas franqueadoras no mercado atual. Mas será que todas elas são confiáveis? Para ter certeza da confiabilidade da franqueadora, você pode conversar com outros franqueados e também consultar, em órgãos específicos, sua situação financeira.

Se você investir em uma marca que tem muitas dívidas, corre o risco de ter prejuízos, pois além de a franqueadora não ter condições de oferecer o suporte necessário, ela ainda pode vir a falir — deixando os franqueados “a ver navios”

Agora que você conhece os principais tipos de franquia existentes no mercado, está na hora de conhecer 3 excelentes opções para você investir seu FGTS. Vamos lá!

 

0
/*maps*/