fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

6 dicas imperdíveis para encontrar o negócio ideal para você

Postado por:

Constituir uma empresa de sucesso é o sonho de muitos empreendedores. Abrir o negócio ideal é uma possibilidade tentadora e, ao mesmo tempo, uma tarefa que exige coragem e força de vontade.

Não basta apenas motivação, até porque estamos falando de um investimento que vai exigir conhecimentos técnicos, atitudes de liderança e inovação, além de demandar custos iniciais com infraestrutura e mercadorias, por exemplo.

Como nós sabemos, sobreviver no mercado atual exige jogo de cintura e persistência. Diante disso, para que tudo dê certo e saia conforme o esperado é preciso investir em um planejamento adequado e gerenciamento eficiente.

Pensando nisso, a seguir, vamos apresentar algumas dicas de como você pode escolher o negócio ideal para o seu perfil, levando em conta a situação do mercado, os seus objetivos, e como deve ser feita a sua escolha. Está curioso? Continue a leitura!

1. Entenda o seu perfil

Antes de se aventurar no ramo do empreendedorismo e encontrar o negócio ideal, é preciso conhecer as suas preferências e afinidades pessoais. Por isso, é importante considerar a sua personalidade na hora de definir o tipo de negócio e o ramo em que pretende atuar. Conheça os perfis mais comuns de um empreendedor.

Realizador-Empreendedor

Perfil ideal para profissionais do ramo da inovação. Assumem riscos e tendem a ser mais competitivos. Gostam de praticidade e seu trabalho se baseia na estipulação de metas e objetivos que precisam ser alcançados, ao passo que evitam regras.

Realístico-Gerencial

Podem ser ótimos administradores. Seguem um planejamento criterioso e gostam de trabalhar de maneira organizada, mantendo a ordem e valores precisos.

Artístico-Imaginativo

Costumam ter sucesso em áreas artísticas como, decoração e moda. A personalidade desses indivíduos está mais ligada à criatividade.

Concreto-Convencional

Perfil ideal para áreas de advocacia, contabilidade e consultoria. Trata-se do modelo tradicional, que prefere trabalhar com estabilidade, seguindo regras claras e tem facilidade em obedecer a rotinas e prazos.

Social-Afetivo

Perfil para quem trabalha diretamente com atendimento ao público, como vendedores. São pessoas que prezam pelo contato humano e servir aos clientes, com gosto pelo trabalho em equipe.

2. Identifique os seus pontos fortes

Gosta de cálculos? Prefere lidar com o público? Tem facilidade em se adaptar à rotina? Todos nós temos algum tipo de habilidade ou talentos que fomos desenvolvendo ao longo do tempo. Trata-se de características marcantes que podem auxiliar o processo de empreendedorismo e podem impulsionar a procura pelo negócio ideal e o crescimento profissional.

Podemos citar como exemplos: organização, facilidade de comunicação, resiliência e perseverança.

3. Conheça as necessidades do mercado

É importante conhecer o que está em alta, ou seja, a tendência que está sendo mais procurada no marcado. Para isso, é essencial entender o consumidor e saber quais são as suas necessidades e anseios.

Preste atenção no seu público e verifique do que ele precisa. Não adianta nada você se empenhar para oferecer determinado produto, se aquilo não tem alta taxa de rotatividade, ou seja, não vai vender. Depois de observar os consumidores, será mais fácil identificar a carência de mercado.

4. Avalie as oportunidades

A verdade é que cada ramo tem suas características e pertence a um mercado, que pode estar muito ou pouco saturado. Seja qual for a sua escolha, é importante prestar atenção para escolher as melhores oportunidades dentro do seu segmento.

Se você quer abrir uma empresa alimentícia, mas percebe que o mercado está saturado, por que não optar por serviço delivery ou, então, um tipo de comida mais diferenciada, como a vegana ou a japonesa?

5. Analise o segmento com o qual tenha afinidade

Escolha uma área que você goste e que tenha alguma familiaridade. Não é necessário ser expert no assunto, mas o ideal é estar disposto a entender como funciona aquele segmento mais de perto e, então, planejar as estratégias que serão colocadas em prática. Assim, você vai ter motivação para prosseguir e as chances alcançar o sucesso serão muito maiores.

Se você gosta de cozinhar, por que não investir em um restaurante? Se você gosta de moda, pense em abrir uma loja de confecção ou venda de roupas.

6. Encontre o modelo de negócio ideal

Definir o seu modelo de negócio consiste em uma das primeiras etapas da jornada empreendedora. No geral, os dois tipos que você pode escolher são: empresa comum ou franquia. Cada opção apresenta suas particularidades. Por isso, é essencial conhecer melhor como funciona cada uma antes de fazer essa escolha.

Empresa comum

O empresário que controla o seu próprio empreendimento, com a ajuda de gerentes. A seguir, confira os principais modelos de empresas mais comuns no país e que são adotadas por pequenos empresários, conforme o faturamento bruto anual. São eles:

  • MEI: o Microempreendedor Individual tem CNPJ e atua sozinho. O seu faturamento anual não pode ultrapassar até R$ 60 mil. Esse negócio se enquadra no regime tributário do Simples Nacional;
  • ME: a Microempresa é uma forma fácil de abrir um negócio, uma vez que adotam o Simples Nacional, e a burocracia é bem menor. O seu faturamento anual deve ser de até R$ 360 mil;
  • EPP: as Empresas de Pequeno Porte devem ter um faturamento anual superior a R$ 360 mil.

Franquia

O empreendedor de uma franquia utiliza a marca de outra empresa já conhecida e que exerce influência no mercado. Nesse sentido, ele terá à sua disposição todo o suporte e assistência para fazer a administração e gestão financeira da sua própria unidade. Podemos citar como exemplos: contratação dos empregados, formas de conduta, fornecimento de mercadoria e equipamentos etc.

Investir em uma franquia pode ser uma excelente opção para o seu negócio. Esse tipo de empreendimento costuma ser muito mais seguro e estável, se comparado com uma empresa comum. Além disso, o modelo envolve troca de informações entre os demais franqueados e ganhos de escala em um sistema colaborativo que abrange outras redes.

Se você está pensando em empreender e busca o negócio ideal, analise todas as dicas que foram apresentadas. A partir daí, elabore um planejamento detalhado e defina estratégias eficientes, de acordo com o tipo jurídico mais adequado aos seus objetivos. A jornada empreendedora é desafiante, mas pode trazer muitos resultados positivos.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira as habilidades que todo empreendedor de sucesso deve praticar!

0
/*maps*/