fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

Saiba o que é e como calcular o lucro em sua empresa

Postado por:

Atualmente, ouve-se muito falar de lucro quando o assunto é negócios e empresas. Porém, essa é uma palavra antiga, que começou a ser usada quando a prática do mercantilismo surgiu no continente europeu no século XV. Para um empreendedor, saber o que é lucro é uma informação fundamental que pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso do seu negócio.

Sendo uma peça fundamental da engrenagem que move o mundo corporativo, é natural que você esteja se perguntando: será que eu sei mesmo o que é lucro?

Bom, não se desespere! Neste artigo, vamos explicar de maneira simples e eficiente o que é lucro, além de explicar, também, o conceito de margem de lucro.

Também abordaremos a importância de saber calculá-lo e monitorá-lo, mostraremos a relação do lucro com o crescimento da empresa, como calcular os lucros e quais variáveis são levadas em conta na hora do cálculo. Acompanhe!

Afinal, o que é lucro?

Lucro é, em suma, toda quantia que resulta da receita auferida de uma venda ou prestação de serviço, subtraída dos seus custos de produção. Em uma linguagem simples e direta, lucro nada mais é do que o valor da diferença entre as receitas obtidas e as despesas realizadas.

Além disso, o lucro também pode ser definido como o retorno econômico positivo obtido por meio de uma operação financeira, como por exemplo os juros pagos por investimentos em poupança, títulos do Tesouro e outros.

Lucro normal

O lucro normal é caracterizado pelo montante que uma determinada empresa necessita para manter o seu funcionamento sem riscos de descapitalização ou falência. Em outras palavras, é o valor mínimo necessário.

Uma empresa ganha poder de mercado quando começar a capitalizar acima do lucro normal.

Lucro econômico

O lucro econômico, por sua vez, é bastante similar ao próprio conceito de lucro. É o resultado da equação entre a receita auferida com a venda do produto ou serviço subtraída de todos os seus custos, incluindo, inclusive, o lucro normal.

Apesar de serem tipos de lucro diferentes, lucro normal e lucro econômico se referem ao retorno positivo sobre qualquer investimento.

O que é margem de lucro?

Um importante conceito que se relaciona diretamente com o tema, a margem de lucro tem como principal objetivo otimizar as vendas dos produtos e maximizar a geração de lucros da empresa. Consiste, basicamente, em formar um preço final de venda do produto que garanta uma certa quantia para a empresa se capitalizar e crescer, além de cobrir os custos.

Ela é definida como o valor — em percentual — que é adicionado aos custos do produto ou serviço oferecido pela empresa. Com a utilização da margem de lucro é formado o preço final de venda e, dessa forma, o empreendedor consegue definir o quanto a sua empresa vai lucrar com a venda desse produto ou serviço.

Para se obter a margem de lucro, são necessárias 3 “pedras fundamentais”.

O custo

O valor investido para produzir o produto ou serviço. Inclui impostos, frete, matéria prima  etc.

O preço de venda

O preço de venda é determinado por meio da análise do quanto custou a produção do produto com a análise de mercado para saber o quanto o consumidor está disposto a pagar por ele.

O lucro

O lucro é o percentual de ganhos que a empresa vai obter com a venda do produto. Como já dito neste texto, nada mais é do que o saldo positivo descontando todos os investimentos realizados para que ocorresse a venda.

Um ponto importante a ser lembrado é que cada setor tem a sua própria margem de lucro. Então, atente-se a esses detalhes e analise bem o mercado. Dessa forma, você dá um passo à frente da sua concorrência.

Como fazer o cálculo do lucro?

O cálculo do lucro, na teoria, é simplesmente a diferença entre o preço de venda e os custos de produção, correto? Então, se sua empresa vendeu um produto por R$ 1000 e gastou R$ 400 para produzi-lo, o seu lucro foi de R$ 600. Este é o chamado lucro bruto. Entretanto, essa simplicidade toda não ocorre no mundo dos negócios.

Existem diversas outras variáveis para serem envolvidas no cálculo e, se você quer realmente ter um negócio sólido e com um lucro real, o recomendado é que você as inclua no cálculo.

Para conseguir alcançar o valor real do lucro, o certo a se fazer é incluir na equação, além dos custos de produção da mercadoria, as subtrações das despesas fixas e variáveis do seu negócio.

Para que fique claro, despesas são todos os gastos que remetem à administração da empresa. Portanto, o seu uso não está associado à produção da mercadoria.

Logo, as despesas fixas são aquelas que independem das vendas mensais. Independentemente das vendas ou produção aumentarem ou diminuírem, as despesas fixas permanecem as mesmas. São caracterizadas como despesas fixas: taxas bancárias, aluguel de escritório, seguros, etc.

Já as despesas variáveis são as relativas à produção. Muita atenção aqui para não confundir com os custos da produção! As despesas variáveis, literalmente, variam conforme o aumento ou a redução das vendas ou da produção.

As despesas variáveis não podem ser caracterizadas como custo pelo fato de não serem diretamente relacionadas à produção e, por isso, são caracterizadas como despesa. Entretanto, possuem relação com a quantidade de vendas e de produção. São consideradas despesas variáveis: embalagens, comissões de venda, frete de entrega, combustível e outros.

Portanto, lembre-se de incluir essas despesas na hora de calcular o lucro do seu produto. Dessa forma, você consegue chegar a um valor de lucro mais próximo da realidade do que simplesmente subtrair a receita pelo custo de produção.

Ao abrir um negócio próprio, lembre-se sempre de que existem empresas que, mesmo vendendo produtos bastante parecidos, cobram valores diferentes. Isso acontece devido à diferença da margem de lucro e dos custos de produção.

Gostou do nosso artigo de hoje? Agora que você já sabe o que é lucro, leia também o nosso guia completo sobre o que são as franquias!

 

Comece já a poupar e, invista no negócio dos seus sonhos de forma segura e contínua.

Planilha-de-Controle-de-lucro

 

 

 

0
/*maps*/