fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

Falência de empresa: saiba como evitar o fracasso da franquia

Postado por:

O começo como empreendedor acarreta uma série de dúvidas e incertezas. Afinal, muitas são as novidades e nem todos possuem conhecimentos administrativos no início. Com isso, surge um medo muito grande de cometer erros que causem a falência da empresa antes mesmo dela gerar os primeiros lucros.

No universo das franquias não é diferente. Mesmo que esse formato de negócio traga uma série de vantagens para quem está começando, é preciso tomar vários cuidados para garantir o sucesso da empreitada.

Por isso, neste post, falaremos sobre os motivos que levam as empresas à falência e como fazer para não cometer erros. Fique atento e boa leitura!

O que pode causar a falência da empresa?

O sonho de se tornar um empreendedor bem-sucedido pode vir a ser um pesadelo quando as coisas não saem conforme o esperado. A boa notícia é que quase todo o sucesso de uma empresa depende de seu gestor.

Sendo assim, as principais causas de falência das empresas estão em erros cometidos por seus donos. Alguns podem ser por falta de conhecimento em pontos da gestão empresarial, como:

  • gestão de estoque;
  • gestão de pessoas;
  • acompanhamento de indicadores;
  • gestão financeira.

Outros tipos de erros estão mais ligados às questões psicológicas do gestor. Em resumo, eles podem ser enquadrados como um problema de expectativa. Isso porque o empreendedor espera que a franquia gere lucros em um curto espaço de tempo ou que os custos serão apenas os necessários para abrir a unidade.

Como impedir a falência de uma unidade da franquia?

Todos os problemas citados até aqui mostram que é preciso ter bastante atenção para evitar a falência da empresa. A seguir, daremos algumas dicas que podem fazer uma grande diferença na administração de uma franquia e evitar o seu fracasso. Acompanhe.

Certifique-se de que você tem um perfil empreendedor

O primeiro erro — e o mais grave de todos — é a falta de perfil para empreender. Nem todo mundo nasceu para comandar uma empresa. É preciso gostar de números, de gerenciar pessoas e de resolver problemas.

Por isso, certifique-se de que você está disposto a assumir essa responsabilidade antes de montar um negócio. Assim, evitará não só o fracasso da empresa como também a frustração profissional.

Alinhe as expectativas

Antes de fechar um contrato com o franqueador, entenda qual é o cenário que estará por vir. É importante saber que cada unidade apresenta especificidades e que algumas coisas que deram certo para umas podem não funcionar tão bem para outras.

Então, sonhe! Mas mantenha seus pés no chão. Você deve enxergar seu futuro promissor à frente, entretanto, precisa entender as dificuldades que enfrentará ao longo do caminho até lá. Assim, você estará mais preparado para atingir o sucesso.

Pense além do retorno financeiro

Muitas pessoas pensam na franquia como uma forma de investimento. Sim, ela é uma excelente opção para fazer o seu dinheiro render e prosperar, mas não é só isso. Afinal, uma unidade de franquia é uma empresa como qualquer outra.

Entenda que você estará lidando com pessoas, com sonhos e com outras expectativas.

Além disso, o sucesso de uma empresa pode gerar vários outros benefícios, como a ascensão profissional e a notoriedade no mercado.

Escolha um bom ponto comercial

A escolha do ponto comercial de uma franquia pode influenciar fortemente nos seus resultados. É preciso estar acessível aos clientes. Quanto mais fácil for para eles encontrarem a sua unidade, mais consumidores terá.

Portanto, analise bem o local escolhido. Conheça a vizinhança. Entenda os hábitos das pessoas que circulam por ali. Encontre um lugar onde o seu cliente potencial estará e a sua empresa trará mais benefícios para ele.

Mantenha o padrão de qualidade da franquia

Um erro muito comum que culmina no fracasso de uma unidade de franquia é o desprezo pelos padrões estabelecidos pelo franqueador. Essa atitude, além de enfraquecer a marca da franquia como um todo, prejudica a qualidade do produto ou serviço prestado.

Afinal, o cliente tem uma expectativa com relação à franquia, já que ele já conhece o seu padrão. Mesmo que pareça uma melhoria, é preciso entender que tudo o que é proposto pelo franqueador, foi feito com base em muito estudo e experimentação, ou seja, já foi testado e aprovado.

Baseie-se em indicadores

Em uma boa administração de empresas não há espaço para achismos, principalmente se você estiver começando agora e ainda não tem experiência em gestão. É importante estabelecer metas e objetivos e acompanhá-los rotineiramente.

Portanto, todas as decisões devem ser tomadas com base em dados. São eles que descrevem a situação real do negócio. Ainda, mostram a tendência que a empresa apresenta em seus resultados e quais ações precisam ser adotadas para manter um crescimento ou evitar um problema maior.

Dê atenção à gestão diária

Uma franquia não dá resultados sozinha. É preciso arregaçar as mangas e botar a mão na massa todos os dias. O acompanhamento diário da rotina operacional da unidade é essencial para manutenção de bons proveitos.

Sendo assim, é importante checar itens, como estoque, alocação de pessoas e fluxo de caixa diariamente para garantir que tudo está na mais perfeita ordem.

Não comece sem ter o capital de giro suficiente

Esse é um erro bastante comum em empresas que decretaram falência em pouco tempo de abertura. Existe uma ilusão de que é preciso investir apenas o valor necessário para abrir uma unidade da franquia e que, logo que inaugurada, as vendas serão suficientes para mantê-la funcionando.

É preciso lembrar que imprevistos acontecem e você deve estar preparado para eles. Portanto, o ideal é ter um capital de giro suficiente para manter a empresa operando pelo período de, pelo menos, 6 meses.

Dessa forma, mesmo que as coisas levem um pouco mais de tempo para entrar nos eixos do que o esperado, você conseguirá manter a empresa aberta e aumentará suas chances de sucesso.

Como evitar erros na administração de uma franquia?

A falência de uma empresa pode ser causada por uma diversidade muito grande de erros. Porém, como pudemos perceber até aqui, todos eles refletem um problema geral: má gestão.

No caso das pessoas que optam pela franquia, justamente pela falta de conhecimentos administrativos, o cuidado deve ser ainda maior. Afinal, administrar uma empresa requer trabalho duro e muita dedicação.

Então, a principal dica que damos é aproveitar ao máximo todo o conhecimento que o franqueador disponibiliza para os franqueados. Além disso, busque se capacitar em rotinas administrativas e ferramentas de gestão. Assim, você maximiza seus resultados e ainda elimina o risco de falência da empresa.

Se você gostou do post, compartilhe-o em suas redes sociais para que seus amigos também aprendam mais sobre a gestão de franquias.

0
/*maps*/