fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

Guia completo de marketing digital para franqueados

Postado por:

É impossível pensar em abrir um negócio próprio e ignorar as estratégias de marketing digital. Elas são fundamentais para o sucesso da sua empresa, especialmente se for uma franquia. E engana-se quem pensa que apenas as ações da marca são suficientes. Também é preciso agir localmente.

Nesse contexto, o erro de muitos franqueados é acreditar que terá sucesso somente porque o franchising é seguro e apresenta bons resultados. É claro que esse é um aspecto bastante positivo e que traz ótimos resultados. A comercialização de produtos e serviços já conhecidos e aceitos pelo mercado também são pontos a favor.

Mas é você quem determinará o êxito da sua unidade. É por isso que, neste post, vamos apresentar um guia completo de marketing online específico para franqueados. A partir desse conhecimento, você saberá aplicar as estratégias na sua empresa e conhecerá os benefícios dessa prática.

Ficou interessado? Então, acompanhe!

Entenda por que sua empresa deve ter uma presença online

Dizer que o marketing online é essencial para qualquer empresa chega a ser um clichê nos dias de hoje. Ainda assim, muitos empreendedores têm dificuldade de saber quais são as práticas mais recomendadas e que apresentam resultados positivos.

Essa dúvida é ainda mais visível quando estamos falando do segmento de franchising. Com características próprias e que contribuem para o sucesso do negócio, o empresário que abre sua unidade precisa pensar em estratégias específicas, que sejam adequadas à sua realidade.

Diante desse cenário, é preciso questionar: o que é marketing digital? Esse conceito consiste em diferentes métodos de se expressar em meios online. Esses canais, como a internet e a telefonia digital, divulgam os produtos e os serviços comercializados com o objetivo de atrair novos consumidores e aumentar as vendas do negócio, assim como o engajamento dos clientes e a reputação da marca.

Por isso, o propósito dessa ação é garantir a identidade da franqueadora junto à estratégia adotada pela unidade, que, por sua vez, deve seguir o escopo das ações corporativas. Para isso, é necessário analisar as diferenças geográficas de costume, mercado, clima, concorrência local e cultura da população.

Perceba que essa é a importância do marketing para sua unidade. Além de reforçar a marca pela presença online, é uma maneira de tornar seu estabelecimento conhecido por potenciais clientes. Ou seja, há uma ampla divulgação, não só dos produtos e serviços, mas também da sua localização e dos itens que oferece.

Esse é, inclusive, um aspecto de diferenciação. Mais do que uma abordagem fria e distante do público-alvo — o que tende a ocorrer com a propaganda em massa, que já oferece algum produto ou serviço específico —, você consegue interagir com os potenciais clientes e oferecer conteúdos personalizados, totalmente direcionados.

É aí que surge a importância do inbound marketing. Apesar de essa vertente ser similar a do marketing online, ela prevê uma nova forma de abordagem ao usuário online. Por meio de técnicas específicas, a ideia é fazer com que os clientes cheguem ao seu negócio a partir de ações relevantes, como:

  • publicações feitas em blog;
  • ações nas redes sociais;
  • vídeos expositivos ou videoconferências;
  • newsletters;
  • podcasts;
  • e-books e mais.

De qualquer maneira, o objetivo é alcançar um interesse legítimo nos produtos e serviços oferecidos pela sua unidade, a fim de criar um relacionamento de média e longa duração. Assim, é possível captar leads — isto é, pessoas com interesse em seus produtos e serviços — até fechar um ciclo de compra.

Quando aliado ao marketing online, o inbound marketing consegue efetivar sua estratégia de mercado por meio de um plano de ação bem delimitado. Mas você pode estar se perguntando: “como esse processo funciona?”. Pois bem! É sobre o funcionamento dessas abordagens que falaremos agora!

Conheça o marketing digital

O funcionamento dessa prática depende da aplicação de diferentes estratégias, que vamos explicar melhor, em seguida. Por ora, é preciso saber que o seu maior intuito é atrair consumidores para transformá-los em leads e, depois, em clientes. Afinal, é assim que você conseguirá aumentar suas vendas e, consequentemente, elevar o faturamento da sua unidade.

Por isso, é essencial estabelecer alguns critérios antes de empregar a sua estratégia de marketing digital. Listamos os principais aspectos abaixo, acompanhe!

Definição de objetivos

O primeiro passo para colocar qualquer plano de ação em prática é saber aonde se deseja chegar. Para isso, é preciso analisar em que etapa está sua unidade e qual é a atual estratégia de marketing utilizada para, então, delimitar metas de curto, médio e longo prazos.

Esse é o começo do planejamento de marketing, que permitirá a sua execução. Nessa análise, por exemplo, é possível que você perceba que nenhuma estratégia é adotada pela sua unidade — afinal, a própria marca já estabelece diversas ações.

Com essa consideração, fica mais fácil delimitar que direção seguir. Os objetivos e as metas devem orientar esse caminho, por exemplo, pela definição de que se deseja gerar uma quantidade X de oportunidades de negócio por semana.

A partir disso, você pode mensurar a taxa de conversão e projetar um funil de vendas para saber quantos leads são necessários para alcançar as metas e os objetivos traçados.

Gere suas personas

Uma franquia de sucesso depende da definição de representações semifictícias do cliente ideal. Nesse sentido, um mesmo negócio pode ter mais de uma persona. Por exemplo: se você tem uma unidade de cursos profissionalizantes e idiomas, um personagem pode ser o adolescente entre 16 e 18 anos que busca sua inserção no mercado de trabalho e, por isso, quer se profissionalizar.

O outro pode ser alguém que precise aprender inglês para conquistar uma promoção. Observe que as duas personas, nesse caso, buscam objetivos diferentes. Por isso, suas ações devem ser voltadas para cada caso para garantir melhores resultados.

Mapeie o funil de vendas e o conteúdo para cada etapa

Os consumidores passam por uma jornada de compra específica, cujas etapas estão diretamente relacionadas ao funil de vendas. Ou seja, primeiramente há o aprendizado e a descoberta; em seguida, o reconhecimento do problema e a consideração da solução; e, por fim, existe a decisão de compra.

Identificar em que estágio cada potencial cliente está é uma boa maneira de direcionar as ações de modo mais acertado. Aqui, vale a pena conversar com os vendedores mais experientes para saber quanto ele conhece de cada visitante na primeira abordagem. A partir disso, é possível definir conteúdos mais adequados.

Por exemplo: um visitante chega à sua escola de cursos profissionalizantes e idiomas e deseja saber sobre o ensino de AutoCAD — software utilizado na área de engenharia e arquitetura, principalmente. Como ele já veio com a ideia do que fazer, é provável que já conheça seu problema e tenha pesquisado sobre a sua franquia. Nesse caso, vale a pena oferecer um conteúdo sobre “X benefícios de fazer um curso de AutoCAD”.

Por sua vez, se o visitante chega para se informar sobre quais cursos são oferecidos, valores e mais, é possível que ele queira se especializar, mas ainda esteja na etapa de aprendizado e descoberta. Para esse potencial cliente, o melhor é criar um conteúdo sobre “Quais cursos ajudam a ingressar no mercado de trabalho”.

Qualifique os leads

Os leads são os potenciais clientes, isto é, pessoas que já apresentaram interesse em seus conteúdos ou serviços. Eles se tornam qualificados quando evidenciam qual é sua necessidade em relação à sua empresa. Para isso, é preciso obter alguma informação pessoal dele, como nome e endereço de e-mail.

Perceba que o objetivo de gerar tráfego e audiência é alcançar leads qualificados. Os que não se encaixam nesse quesito tomam tempo da equipe de vendas e nem sempre convertem. Por isso, é importante trabalhar com fluxos de nutrição, uma prática que visa ao envio de e-mails com conteúdos diferentes e que encaminharão o visitante para a próxima etapa do funil de vendas.

Você também pode definir um lead scoring para identificar quais leads qualificados tendem a se transformar em oportunidades reais, com possibilidade de fechar a venda. Nesse caso, uma alternativa é passar os contatos para uma abordagem de pré-vendas, a fim de filtrar quais têm uma possibilidade efetiva de negócio.

Mensure os dados

As estratégias adotadas sempre precisam ser mensuradas para saber o que traz resultados positivos e o que precisa ser corrigido. Avalie todos os canais de aquisição utilizados pela sua unidade e identifique quais têm maior número de conversão. Assim, é mais fácil redirecionar recursos financeiros e encontrar o caminho mais eficiente para o seu negócio.

Tenha em mente que todas essas ações ajudam a colocar o marketing online em prática, mas os resultados podem demorar de um a dois meses para aparecerem. Isso não significa que o planejamento feito deu errado. Pelo contrário! Continue empregando esforços que essa abordagem será bastante positiva em médio e longo prazos.

Além disso, as estratégias de marketing devem estar condizentes com a empresarial. Isso significa que você deve elaborar um plano de negócios, que identifica oportunidades e desafios a serem enfrentados nos próximos anos, assim como custos e receitas.

Ao aliar esses dois planejamentos — de negócios e do marketing digital —, você assegura a otimização de processos da sua unidade franqueada e tem a chance de aproveitar melhor os recursos disponíveis para gerar visitantes, leads e, futuramente, clientes.

Veja 8 estratégias de marketing digital para sua franquia

O crescimento do setor de franquias é visível e pode ser confirmado por dados do 1º trimestre de 2018, da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Segundo o relatório da entidade, o faturamento do segmento cresceu 5,1% e chegou a R$ 38,762 bilhões. Nos 12 meses acumulados, a alta foi ainda maior, de 7%, o que representou R$ 165,190 bilhões.

Como informamos no início deste post, esses resultados altamente positivos são um bom começo para o seu sucesso. No entanto, ao adotar estratégias de marketing online na sua unidade, a chance de êxito é muito maior. Confira, a seguir, quais são as principais ações a serem adotadas!

1. E-mail marketing

Essa ferramenta é uma boa alternativa para gerar engajamento e melhorar o relacionamento com os clientes. A principal vantagem é entrar em contato com a autorização do usuário, já que é ele que fornece o endereço para enviar a mensagem.

O cuidado necessário é com a segmentação da lista de e-mails e a manutenção dos dados atualizados. No primeiro caso, é importante separar os clientes conforme características e interesses semelhantes para ser possível encaminhar um conteúdo personalizado.

Já para manter os dados atualizados, o ideal é ter uma base de contatos qualificada, que seja construída aos poucos — mas, sob hipótese alguma, ter sido adquirida de terceiros. Também mensure a quantidade de descadastros e cancelamentos, bem como de endereços de e-mails inválidos.

Várias ferramentas podem ser utilizadas para automatizar o envio das mensagens. Uma das mais conhecidas e eficientes é o MailChimp. Com ele, você ainda pode criar fluxos de nutrição, que são compostos de diferentes e-mails com conteúdos personalizados e que levam o lead até a próxima etapa da sua jornada de compras.

Para criar um fluxo de nutrição adequado, considere a sua persona, seu estágio no funil de vendas e suas necessidades. A partir disso, é possível ter ações mais acertadas e que surtirão efeitos positivos.

2. Produção de conteúdos relevantes

O conteúdo é a peça-chave para fechar bons negócios e criar oportunidades de vendas. A pesquisa Content Trends 2016, divulgada pelo site Inteligência Rock Content, evidencia que empresas que adotam o marketing de conteúdo geram 5 vezes mais leads, se comparadas às que ignoram essa estratégia.

Por que isso acontece? A resposta é simples: é por meio do conteúdo relevante que você conseguirá alcançar a sua persona e, também, o seu público-alvo. Com isso, poderá atrair mais visitantes para sua unidade franqueada e terá mais oportunidades de concretizar vendas.

O conteúdo pode ser postado em diferentes plataformas, mas o blog é um dos melhores locais para reuni-lo. Ali, é possível aprofundar os assuntos e postar diferentes temas com frequência — sempre pensando naquilo que a sua persona gostaria de consumir em sua etapa da jornada de compra.

Nesse sentido, a maior parte dos conteúdos será voltado para o topo do funil, ou seja, atração de visitantes. Em segundo lugar deve vir o meio do funil, que é a consideração. E, em menor quantidade, os temas referentes à decisão de compra, que falam abertamente da sua marca.

Perceba que o objetivo é mais do que vender: o ideal é conscientizar a persona do porquê ela precisa compreender determinado assunto e quais motivos justificam adquirir um produto ou serviço que atenda à sua necessidade. Por exemplo: se ela desejar ingressar no mercado de trabalho, você pode oferecer um conteúdo que apresente várias opções de cursos profissionalizantes.

As alternativas expostas podem ou não ser ofertadas pela sua franquia. Porém, o objetivo é mostrar como o lead pode utilizar o conhecimento para ser escolhido para uma vaga de trabalho.

Outras boas recomendações para criar conteúdos relevantes são:

  • aposte no SEO por meio da otimização de palavras-chave e melhor ranqueamento no Google;
  • ofereça a opção de assinatura de newsletter para o lead receber os conteúdos com frequência;
  • ofereça um campo de pesquisa para a busca por palavras-chave;
  • possibilite a inserção de comentários para ter um feedback dos visitantes;
  • use botões de compartilhamento;
  • adote um sistema de web analytics para mensurar os resultados;
  • inclua os ícones dos perfis de redes sociais da sua empresa.

Lembre-se de que, além de relevante, o conteúdo deve ser exclusivo e agregar valor ao lead — pois é assim que os resultados obtidos serão eficientes.

3. Anúncios online

As campanhas digitais podem ser uma ferramenta bastante interessante para obter bons resultados para sua franquia. Você pode fazer isso pelo Google AdWords, que posiciona o link do seu site ou blog em uma boa colocação, a partir das palavras-chave pesquisadas pelo usuário.

Os anúncios online são colocados em destaque e têm uma breve indicação ao lado. O ideal é trabalhar com campanhas locais, que tenha abrangência na região em que a sua unidade está localizada. O pagamento é feito por meio do Custo por Clique (CPC), uma técnica que analisa a quantidade de anunciantes que concorrem pela mesma palavra.

Vale a pena destacar que as redes sociais também contam com ferramentas semelhantes, como o Facebook Ads ou o Instagram Ads. Portanto, você pode adotar a mesma prática nesses canais.

4. Social media

Os perfis nas redes sociais são uma boa estratégia de engajamento e atração de visitantes. Segundo dados publicados na Folha de S. Paulo, o Brasil tem 127 milhões de usuários mensais somente no Facebook, o que evidencia a força de uma estratégia bem planejada para essa mídia.

Nesse caso, é imprescindível adotar o tom da marca e respeitar as regras de interação com usuários, já que esse é um canal de amplo engajamento e que exige respostas rápidas. Por isso, se alguém comentar, deixar um recado ou perguntar alguma coisa, esteja disposto a responder o mais rápido possível.

As redes sociais também podem ser um bom canal para os usuários se informarem. Voltando ao exemplo da franquia de cursos profissionalizantes e idiomas, você pode confirmar os horários das aulas, alguma atividade específica ou sanar dúvidas.

5. Google Meu Negócio

Essa estratégia é especialmente interessante para negócios locais, como é o caso da sua unidade franqueada. Com ela, você identifica onde seu estabelecimento está localizado e o Google mostra quando alguém fizer uma pesquisa a respeito do assunto.

O processo para utilizar essa ferramenta é bastante simples: basta cadastrar o endereço e um telefone da sua empresa no Google Meu Negócio. Haverá uma confirmação do local e, então, a empresa começa a aparecer no Google Maps.

6. Site

O site é, assim como o blog, uma das melhores ferramentas de atração de usuários. Por meio dessa ferramenta, é possível trazer mais visibilidade digital à sua unidade e, com isso, fortalecer o trabalho que a marca já realiza. Perceba que a franqueadora deve autorizar essas iniciativas — mas elas tendem a ser bem-vindas quando executadas a partir de um bom planejamento.

7. Landing pages

As landing pages são páginas de destino que oferecem um conteúdo relevante em troca de dados do usuário. Elas são fundamentais para criar e manter uma base de contatos — que fomentará ações de e-mail marketing, por exemplo —, mas também para conduzir os visitantes ao longo do funil de vendas e processo de conversão.

O material ofertado na landing page pode ser variado, desde um e-book até um webinar ou um infográfico. No entanto, deve ser um conteúdo rico e que agregue valor. Outra proposta é oferecer uma solicitação de trial (teste gratuito com tempo limitado), a fim de que o lead deixe suas informações pessoais para um consultor entrar em contato.

8. SEO

O Search Engine Optimization é uma estratégia eficiente e gratuita de promoção do seu conteúdo. A ideia é criar posts relevantes a partir de uma ou mais palavras-chave específicas. Assim, conforme as diferentes técnicas que podem ser utilizadas, o artigo fica mais bem posicionado no Google e oferece mais chances de atrair visitantes.

Como essa estratégia demora mais tempo para surtir resultados positivos, é indicado utilizá-la em conjunto com outras ações — como a dos anúncios online —, que trarão mais visibilidade à sua iniciativa.

É importante mencionar que os principais resultados alcançados com essa estratégia são, segundo dados divulgados pelo Inteligência Rock Content:

  • crescimento do tráfego orgânico (77,8%);
  • qualidade maior do tráfego (41,8%);
  • melhores posições de ranqueamento nas páginas do Google (38,2%).

Seguindo essas oito estratégias, sua unidade franqueada tenderá a obter melhores resultados e, com isso, você poderá alcançar um retorno melhor.

Saiba os benefícios de investir em marketing digital

As diferentes ações indicadas ao longo deste post permitem compreender as vantagens que sua empresa terá ao adotar o marketing online. No entanto, ainda existem mais benefícios. Veja quais são eles!

Interação com o público certo na hora apropriada

Uma das principais vantagens do marketing online é justamente essa, porque você consegue segmentar o seu público e saber em que etapa da jornada de compra cada usuário está. É possível fazer diferentes segmentações e personalizar suas ações para obter melhores resultados. Com isso, os visitantes se identificam mais e a conversão é mais fácil.

Construção de uma audiência qualificada

O conhecimento dos seus usuários também permite saber quais são seus hábitos de consumo e comportamentos, além de outros detalhes relevantes. Assim, a construção de uma audiência engajada, e que deseja consumir seus produtos ou serviços, pode levar até mesmo a uma fidelização, na qual os clientes se tornam fãs da marca e indicam sua unidade para amigos e familiares.

Análise de resultados com precisão

As ações de marketing online podem ser analisadas para identificar quais resultados apresentaram e o que surtiu verdadeiro efeito. Com essas informações é possível alocar melhor os recursos e saber o que agrada mais ao seu público. Ou seja, o seu caminho deixa de ser misterioso para se tornar conhecido.

Investimento baixo

O valor aplicado em ações de marketing online é bem menor que o de campanhas offline, sem contar que os resultados tendem a ser melhor por todos os motivos expostos. Dessa forma, apesar de ser necessário fazer determinado nível de investimento, você obtém um retorno significativo e ganha vantagem competitiva para ficar à frente da concorrência.

Como você pôde perceber, o marketing digital é uma ferramenta essencial para qualquer empresa, inclusive franqueados. É assim que você terá resultados melhores e alcançará o nível de conversões desejado!

E você, está procurando uma empresa para abrir o seu negócio e começar sua unidade franqueada? Entre em contato com a JUMPER! Franchising e veja com nossos consultores como podemos ajudar!

0
/*maps*/