fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

Modelos de franquia: qual o ideal para seu perfil profissional?

Postado por:

Os números do mercado de franquia continuam a animar as pessoas que decidem investir no segmento. Segundo um estudo sobre desempenho da Associação Brasileira de Franchising (ABF), só em 2017 o faturamento das franquias foi de R$ 163 bilhões distribuídos em mais de 145 mil unidades pelo país.

O documento também apontou uma maior diversificação dos negócios e a interiorização dos empreendimentos, abrindo espaço para os novos modelos de franquia.

A seguir, mostraremos alguns desses modelos e as principais diferenças entre eles. Ao final daremos algumas dicas de como escolher a opção mais adequada ao seu perfil profissional. Confira!

Franquia unitária

Esse modelo é considerado o mais comum entre as diferentes franquias existentes no mercado. O franqueado ganha o direito de trabalhar com a marca, mas para isso precisa atender a algumas exigências contidas em um contrato específico.

Ela se caracteriza por não permitir a instalação de outra franquia da marca no mesmo ponto comercial, como acontece em shoppings centers com determinadas lojas e restaurantes, por exemplo.

Vale lembrar que o local onde será instalada a unidade de negócio também é preestabelecido pelo franqueador.

Franquia master

As franquias master têm uma característica bastante específica, elas são utilizadas pelas marcas que almejam expandir ou mesmo se internacionalizar.

Consequentemente, concedem ao franqueado o poder de abrir ou de terceirizar unidades da franquia em uma região, sendo que ele receberá um percentual dos royalties e das taxas da franquia aberta, repassando parte ao franqueador.

Ou seja, é oferecido ao empreendedor o direito de revender a “marca”. Nesse caso, o conhecimento de operação, subfranqueando unidades. Por esse motivo, é de suma importância que o franqueado possua um alto poder de investimento, já que ele coordenará toda a operação da região — no entanto, se o local comportar, ele terá a chance de obter altos lucros.

Franquia de conversão

A franquia de conversão é uma modalidade na qual o indivíduo, que já possui uma empresa, adapta o negócio a uma franquia existente no mercado.

Ele é adotado, principalmente, por empreendedores que desejam maior especialização da empresa, pois a parceria oferece a ele alguns padrões já desenvolvidos dentro do modelo de franchising, um renome de marca e todo o aporte de uma empresa já reconhecida no mercado.

A conversão costuma apresentar outra vantagem: o investimento do empreendedor precisará ser bem menor. Isso porque ele já terá boa parte do material, pontos de venda e outros insumos importantes para o desenvolvimento do negócio.

Essa adaptação também é uma forma de impulsionar vendas, visto que ele terá acesso a um conhecimento de marketing da franqueadora.

Franquia de desenvolvimento de área

A franquia de desenvolvimento de área se parece bastante com o modelo de franquia master. O franqueado pode abrir várias unidades do negócio em uma região, além de ter a possibilidade de vendê-las.

A diferença para a master é que, nesse modelo, o franqueado tem a obrigação de desenvolver as franquias, gerindo-as de maneira direta e não por meio de subfranqueados.

Entre as vantagens, há uma maior centralização do desenvolvimento do negócio, facilitando o processo de supervisão por parte do franqueador sobre a expansão em determinado território.

Para o franqueado, a possibilidade de deter os direitos de exploração da marca em território permite o estabelecimento de planos de expansão melhores. Esse é um modelo para aqueles indivíduos que desejam crescimento e possuem interesse em coordenar grandes empreendimentos.

Franquia shop in shop

O modelo shop in shop é perfeito para quem almeja a ampliação dos negócios. Nesse caso, o franqueado pode incorporar outra marca dentro do espaço do seu negócio, geralmente, um quiosque. A ideia é comercializar produtos complementares aos que já são vendidos no empreendimento.

O interessante desse modelo é que ele permite ao empreendedor diversificar a sua fonte de lucros e ainda conquistar clientes específicos adeptos à marca que será instalada no negócio.

Microfranquia

As microfranquias são caracterizadas por exigirem investimentos abaixo de R$ 90 mil. Elas são o modelo ideal para quem deseja iniciar o negócio, mas não possui um grande capital para investir. Geralmente, as microfranquias mais comuns são no ramo de serviços.

Devido ao baixo custo, o modelo de operações também costuma ser mais enxuto, permitindo ao empreendedor coordenar o negócio da sua própria residência. O modelo tem crescido no Brasil e é uma das apostas para o ano de 2018.

Franquia combinada

No caso das franquias combinadas, o negócio funciona de maneira distinta das outras opções apresentadas. Isso porque o mesmo empreendimento pode reunir diferentes marcas em um único local. Basicamente, o fornecedor é o franqueador, e o empresário que distribui os produtos é o franqueado.

Normalmente, isso ocorre nas lojas de esportes. Nesse tipo de empreendimento são combinadas diferentes marcas dentro de um único lugar. Desse modo, é bastante comum que esse modelo esteja associado ao shop in shop, pois algumas mantêm espaços exclusivos internamente.

 

perfil-empreendedor

Faça já o teste e descubra se você tem Perfil Empreendedor

 

Dicas para escolher entre os modelos de franquias existentes

Depois de conhecer os modelos de franquias que apresentamos é necessário aprender como escolher aquele que mais se encaixa no seu perfil de empreendedor. Para isso é importante levar em consideração as dicas que apresentaremos a seguir!

Saiba quanto tem para investir

Não dá para comprometer 100% do seu orçamento com a instalação da franquia. Afinal, você precisará de capital de giro para iniciar o negócio. Por esse motivo, faça os cálculos do montante disponível a fim de escolher a opção que se encaixe melhor na sua realidade.

Estude o segmento

Depois de saber exatamente quanto tem para investir é hora de estudar as franquias existentes no segmento escolhido por você.

Seja no ramo alimentício, beleza, serviços, educação ou outros, pesquise as franquias que se adequem à realidade do local em que ela será instalada. Algumas das áreas que citamos, como a educação, estão em franca expansão. Isso porque as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a qualificação profissional.

Mas lembre-se: independentemente do setor escolhido, veja se a rede exige um número mínimo de habitantes na cidade, algumas estabelecem esses tipos de regras.

Procure se identificar com a marca

Você se identifica com a marca da qual pretende ter uma franquia? Se a resposta for não, é bom repensar essa escolha!

Afinal, você precisa ter afinidade com o segmento para poder desenvolver a franquia e obter sucesso com ela. Só assim você terá motivação para continuar aperfeiçoando os produtos e serviços oferecidos, bem como terá mais facilidade para entender o mercado em que está inserido.

Faça uma análise operacional

Cada franquia tem as suas especificidades operacionais. Ter domínio sobre elas é essencial para evitar dores de cabeça no futuro!

Sendo assim, procure conversar com outros franqueados da marca sobre as dificuldades, o relacionamento que eles têm com a marca franqueadora, e entender sobre o comprometimento da marca-mãe com o aperfeiçoamento e inovação contínuos do empreendimento.

Conhecendo os modelos de franquias existentes no mercado e seguindo as dicas apresentadas, a escolha pelo negócio mais alinhado ao seu perfil será bem mais simples. Consequentemente, as chances de sucesso também se multiplicarão.

Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Quer saber algo em específico sobre o mercado de franquias? Deixe o seu comentário aqui embaixo!

0
/*maps*/