fbpx Atendimento via Whatsapp

Blog

Quais são as diferenças entre marketing multinível e franquias?

Postado por:

Você sabe exatamente o que caracteriza o marketing multinível (MMN)? Muitas pessoas confundem esse conceito e acreditam que ele tenha alguma coisa a ver com o sistema de franquias. Apesar de serem diferentes, a verdade é que essa prática pode ajudar a sua unidade franqueada.

Afinal, a ideia desse tipo de marketing é fazer uma venda direta e, assim, divulgar produtos e serviços. O resultado é a expansão do seu negócio a partir de duas abordagens diferentes, mas que podem ser complementares.

Para entender melhor como funciona essa relação, neste post abordaremos quais são as diferenças entre o MMN e as franquias e como a primeira técnica podem ajudar na divulgação do seu estabelecimento. Quer saber mais? Acompanhe!

O marketing multinível

Esse sistema de negociação está embasado na venda direta e na criação de uma rede. Nesse sentido, a venda direta consiste em oferecer produtos e serviços para os consumidores por meio da internet ou pessoalmente. Já a criação de uma rede prevê o convite a outras pessoas para se tornarem distribuidoras independentes para a empresa com a qual você está associado.

Por isso, o MMN é um modelo de venda direta mais complexo, na qual há mais oportunidades de ganhar — já que você pode receber também pelos distribuidores que indicar, além da margem de lucro dos itens comercializados. Devido a suas características, esse formato também é chamado de microfranquia, mas sempre está alicerçado em uma rede de pessoas.

É importante destacar que o MMN é bem diferente da chamada pirâmide financeira, que é um crime. No marketing, há a comercialização de produtos e serviços, além da indicação de pessoas que podem se tornar revendedoras e serem remuneradas pelo que venderem.

Por sua vez, a pirâmide prevê um modelo no qual diferentes pessoas são convidadas a fazer parte e há movimentação de dinheiro. Porém, inexiste qualquer venda de produtos ou serviços. Um exemplo é quando você investe determinada quantia e tem como prerrogativa encontrar outros integrantes.

Dentro desse escopo, o MMN é caracterizado pelos seguintes critérios:

  • ausência de relação laboral, sendo que você é seu próprio chefe e determina o quanto deseja trabalhar;
  • rendimentos ilimitados, porque tudo depende do seu trabalho e da quantidade comercializada;
  • desobrigação de fazer investimentos, já que inexiste infraestrutura e você também está isento de pagar um salário para quem convida a participar do negócio. No entanto, pode ser necessário adquirir o mínimo de produtos para estoque e demonstração;
  • sistema de trabalho igualitário, com benefícios para toda a estrutura de administração, faturamento, logística e reputação.

O franchising

No caso do franchising, a ideia é licenciar um modelo de operação para ser copiado por outros empreendedores. Esses abrem suas unidades e comercializam produtos e serviços autorizados pela marca com o mesmo know-how, tecnologia e qualidade.

Para a franqueadora, essa é a oportunidade de ampliar sua participação no mercado e aumentar a receita, sem precisar fazer investimentos significativos. Para o franqueado, é a oportunidade de se beneficiar de um negócio que foi testado e que é aprovado pelos consumidores.

O direito de uso da marca é garantido pelo pagamento de algumas taxas, como a de franquia, royalties e outras. Além disso, é preciso fazer um investimento inicial para ter a infraestrutura requisitada e assegurar a manutenção da identidade visual e outros valores da marca.

O empreendedor, nesse caso, tem seu próprio negócio, mas precisa cumprir o que está determinado em contrato. Qualquer ideia que o franqueado tenha pode ser oferecida para a marca, que poderá aprová-la.

Ele também tem maior chance de sucesso pelo fato de a marca já ser conhecida pelo público-alvo. É por isso que a taxa de mortalidade em franquias é pequeno, de apenas 3%, contra 23% de empreendimentos tradicionais — segundo dados divulgados pelo Portal do Franchising.

As diferenças entre o marketing multinível e as franquias

Os dois modelos são bastante diferentes. Apesar de ambos consistirem na comercialização de produtos ou serviços, o franchising é um negócio mais padronizado e com mais chances de sucesso. Ele requer uma estrutura física e administrativa, porque a marca oferece o suporte necessário.

O MMN também é uma expansão com rede de pessoas, enquanto a franquia é focada em unidades. O investimento do segundo é maior, porque trabalha diretamente no varejo e com pontos comerciais. No entanto, seu retorno sobre o investimento também. Além disso, o franchising é a melhor forma de você construir um patrimônio e realmente ganhar dinheiro e se tornar um empreendedor.

As técnicas de marketing multinível para divulgar as franquias

As diferenças existentes entre os dois modelos não isenta a complementaridade que existe entre eles. Diversas técnicas do MMN podem ser usadas para divulgar o franchising e fazer seu negócio alcançar o sucesso. Confira algumas delas, a seguir!

Crie uma lista de e-mails

Uma base de contatos é fundamental para divulgar o seu negócio. Por meio dela, é possível educar os clientes, promover os produtos, encontrar oportunidades de negócio, desenvolver um relacionamento de confiança e avisar sobre promoções e lançamentos.

As mensagens podem ser transmitidas por e-mail, telefone, redes sociais, WhatsApp e o canal que você achar interessante, desde que ele seja utilizado pelo público-alvo. Lembre-se, no entanto, de repassar informações úteis para que os usuários não se sintam sobrecarregados.

Adote uma estratégia apropriada

O processo de vendas sequencial deve funcionar e ser estratégico. Mais que atender o cliente no momento em que ele chega ao estabelecimento, é preciso convidá-lo a entrar, apresentar os produtos, oferecer uma amostra e contatá-lo posteriormente. Essa é a prerrogativa do MMN que pode ser empregado nas franquias.

Tenha em mente que, mais do que vender, o ideal é repassar informações relevantes e o potencial daquilo que você está comercializando. Por isso, vale a pena investir em perfis nas redes sociais e outros canais de contato. Além do mais, o pós-venda também é um diferencial que conta pontos a favor da sua unidade.

Converse com o cliente e induza-o à venda

O profissional do MMN é especialista em encaminhar o cliente ao próximo estágio de venda, até que decida pela compra. Nas franquias, essa técnica também pode ser usada com uma abordagem bastante simples: fazer perguntas cuja resposta seja “sim”.

A ideia é falar sobre o produto e os benefícios que oferece. Posteriormente, comece a fazer questionamentos diferentes, nos quais o retorno do cliente seja sempre “sim”. Desse modo, você o leva a fechar negócio sem nem perceber que está fazendo isso.

Compreenda os clientes

Essa estratégia também passa por fazer alguns questionamentos importantes. Por exemplo:

  • Quais produtos são aqueles que interessam mais?
  • Quais itens gostaria de encomendar?
  • Está pronto para começar?
  • Já escolheu o que vai comprar?

A partir dessas respostas, você consegue saber em que estágio seu cliente está e se pode ter uma abordagem um pouco mais incisiva para vender o produto ou serviço.

Assim, fica evidente que o marketing multinível é uma medida complementar às franquias. Por meio de suas táticas de venda direta, você pode aumentar suas vendas e, consequentemente, seu faturamento.

E você, já utiliza alguma dessas técnicas? Conheça outras dicas relevantes para sua franquia seguindo nossos perfis nas redes sociais. Estamos no FacebookLinkedInInstagramTwitter e Google+. Até a próxima!

0
/*maps*/